Porque você deve tomar a vacina para herpes zoster

Compartilhe nas redes sociais

A vacina para herpes zoster é um dos métodos mais eficazes de prevenir a condição, sendo esta decorrente do vírus varicela-zoster, mesmo vírus que causa a catapora. Popularmente conhecido como “cobreiro”, o herpes zoster pode se manifestar em qualquer fase da vida, sendo mais comum em adultos acima dos 50 anos.

Após uma pessoa ter tido catapora, o vírus permanece inativo nos gânglios nervosos por anos. Em algumas situações, esse vírus pode ser reativado, causando o herpes zoster. A vacinação, portanto, é indispensável para evitar a reativação do vírus.

Neste cenário, a equipe Barralife preparou um artigo com tudo que você precisa saber sobre porque você deve tomar a vacina para herpes zoster. Sendo assim, acompanhe a leitura e entenda como prevenir esta condição! 

Como a herpes zoster se manifesta?

Em primeiro lugar, é preciso levar em consideração como acontece a manifestação da herpes zoster. Após uma pessoa ter tido catapora, o vírus permanece inativo nos gânglios nervosos por anos. Em algumas situações, esse vírus pode ser reativado, causando o herpes zoster.

A reativação do vírus varicela-zoster pode ocorrer devido a uma diminuição na eficácia do sistema imunológico, frequentemente associada ao envelhecimento, doenças que afetam a imunidade ou situações de estresse. Quando o vírus é reativado, ele percorre ao longo dos nervos até a pele. Ele causa, portanto, erupções dolorosas, que podem ser mais comuns em uma área específica do corpo.

Essas erupções, por sua vez, geralmente aparecem como uma faixa ou banda de bolhas vermelhas que se desenvolvem ao longo do trajeto de um nervo afetado. Sendo assim, entre os principais sintomas estão: dor intensa, sensibilidade na área afetada, e, em alguns casos, febre e mal-estar geral.

Quem deve tomar a vacina para herpes zoster?

A vacina contra o herpes zoster é altamente recomendada para alguns grupos específicos, como por exemplo:

  • Adultos com mais de 50 anos: essa faixa etária possui um risco maior de desenvolver herpes zoster.
  • Indivíduos que tiveram catapora: aqueles que tiveram catapora no passado são mais suscetíveis ao herpes zoster.
  • Pessoas com sistema imunológico comprometido: indivíduos com condições que enfraquecem o sistema imunológico devem considerar a vacinação para proteção.
  • Pessoas que tomam medicamentos que diminuem a imunidade, como imunossupressores;
  • Indivíduos que fizeram um transplante de órgãos ou de medula óssea;
  • Pessoas que têm doenças crônicas, como diabetes, doenças cardíacas ou pulmonares;
  • Entre outros.

Por que você deve tomar a vacina para herpes zoster?

Ao optar pela vacina para herpes zoster, você não apenas reduz as chances de contrair a doença, mas também minimiza o risco de complicações, como por exemplo  como a neuralgia pós-herpética, uma dor crônica que pode persistir por meses ou anos após a resolução do herpes zoster. Veja os benefícios:

  • Redução dos riscos de dores: O herpes zoster pode desencadear dores intensas que persistem mesmo após a resolução das erupções problemáticas. Uma vacina pode ajudar a prevenir esse tipo de dor prolongada.
  • Proteção da saúde: Evitar o herpes zoster não significa apenas prevenir as erupções aparentes, mas também proteger a saúde geral, já que uma condição pode causar complicações em pessoas com sistemas imunológicos comprometidos.

Como funciona a administração dessa vacina?

A vacina para herpes zoster é administrada por injeção intramuscular, geralmente na região do braço e em duas doses, com intervalo de dois meses entre as doses.

Embora possa ser tomada em qualquer época do ano, é importante evitar tomá-la se você estiver com febre ou com algum outro problema de saúde que possa afetar o sistema imunológico.

Após a administração da vacina, o sistema imunológico inicia a produção de anticorpos para combater o vírus varicela-zoster. Essas proteínas ajudam a fortalecer a capacidade do corpo de combate a infecções futuras.

Contraindicações da vacinação de herpes zoster

Outro ponto que você deve levar em consideração é a avaliação de possíveis contraindicações da vacina antes mesmo de tomá-la. Veja a seguir quais são as principais:

  • Alergia a qualquer componente da vacina: a vacina contra herpes zoster é composta por uma variedade de ingredientes, incluindo gelatina, formaldeído e antibióticos. Se você tiver alergia a algum deles, não deve tomá-la!
  • Gravidez: a vacina contra herpes zoster não é recomendada para mulheres grávidas. Sendo assim, se você estiver em período de gestação, deve esperar até após o parto para tomar a vacina. Em todos os casos, você deve conversar com seu médico sobre o assunto. 
  • Erupção cutânea: se você estiver com erupção cutânea, deve esperar até que ela desapareça antes de tomar a vacina.
  • Doença aguda: o ideal é que, em caso de febre ou de outro problema de saúde agudo, você aguarde até que esteja se sentindo melhor antes de tomar a vacina.

Caso tenha alguma dúvida sobre as contraindicações da vacina contra herpes zoster, converse com seu médico! Ele poderá fornecer as orientações adequadas de forma específica. 

Quais são as principais reações da vacina para herpes zoster?

As reações adversas mais comuns à vacina para herpes zoster são leves e geralmente desaparecem em poucos dias. Entre elas, podemos destacar:

  • Dor, vermelhidão e inchaço no local da injeção;
  • Dor de cabeça;
  • Fadiga;
  • Dor muscular;
  • Febre;
  • Entre outras. 

Lembre-se, porém, que se você tiver alguma reação adversa grave após tomar a vacina, deve procurar atendimento médico imediatamente.

Quem já teve herpes zoster pode tomar a vacina?

A resposta é sim! Quem já teve herpes zoster pode tomar a vacina. Ela pode ajudar, portanto, a reduzir o risco de recidiva da doença, que ocorre em cerca de 20% das pessoas que tiveram herpes zoster uma vez.

Onde tomar a vacina?

A vacina para herpes zoster pode ser tomada em clínicas particulares ou em unidades de saúde públicas. Recomenda-se consultar um médico ou profissional de saúde para saber onde a vacina contra o herpes zoster está disponível e qual é o local mais conveniente para receber a imunização.

Lembrando que a disponibilidade e a distribuição de vacinas podem variar de acordo com a região e a política de saúde local, então é sempre bom verificar a disponibilidade com antecedência e seguir as recomendações de profissionais da área da saúde.

Quer cuidar da sua saúde? Conte com o Barralife!

No mais, a ideia deste artigo é demonstrar a importância da vacina para herpes zoster, sendo esta medida essencial para se proteger contra essa doença, especialmente se você tem 50 anos ou mais ou se tem maiores riscos de desenvolvimento dessa condição.

O Barralife Medical Center é um complexo de saúde integrado, sinônimo de conforto, eficiência, segurança e sofisticação. Nosso espaço reúne mais de 100 especialistas da medicina e da área de saúde em geral.

Tudo isso para que você cuide da sua saúde de maneira adequada, podendo realizar desde consultas, até exames de rotina e outros procedimentos. 

Quer saber mais? Visite nosso site ou entre em contato pelo nosso telefone: (21) 3078-1000

Categorias

Publicações relacionadas

Cólica Forte Não é Frescura

Conheça as 12 Fases da Síndrome de Burnout

Compartilhe esse espaço

WhatsApp
Facebook
LinkedIn
Twitter
Telegram
Email